Return

Fugir da Igreja… O Registo Civil e a liberdade de consciência no último quartel do século XIX

12
CASA DO INFANTE

0001

A partir dos primeiros livros do Registo Civil do Porto analisa-se a importância da lei do registo civil e os traços essenciais dos cidadãos que recorreram a esse serviço, verdadeiro símbolo da liberdade de consciência e da laicização do Estado.

 

Local: Auditório

 

António Manuel Silva é técnico superior do arquivo histórico municipal, com formação em História e Arqueologia, é autor de diversos estudos sobre aspetos culturais e religiosos da sociedade oitocentista.

 

Resgate

Através do resgate da documentação das estações do MdC propomos ampliar o entendimento das alterações experimentadas ao longo dos tempos. Acontece a cada terceira quinta-feira do mês, e tem entrada gratuita, mediante inscrição.

Inscrições

A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia através do formulário. Limite de 70 participantes. + info mdc.educativo@cm-porto.pt. ou (+351) 226057000.

 

ENDEREÇO

Rua da Alfândega, 10
4050-029 Porto
Direções

AUTOCARRO

500, 900, 901, 906, ZM, ZR, 1

METRO

S. Bento

ESTACIONAMENTO

Praça do Infante D. Henrique