Avançar

1
RESERVATÓRIO
2
CASA MARTA ORTIGÃO SAMPAIO
3
CASA TAIT
4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO
5
ENTRE QUINTAS
6
PALACETE DOS VISCONDES DE BALSEMÃO | BANCO DE MATERIAIS
7
RIO DA VILA — em construção
8
CASA DOS 24 — a abrir
9
ARQUEOSSÍTIO
10
CASA GUERRA JUNQUEIRO
11
EXTENSÃO DO DOURO
12
CASA DO INFANTE
13
BIBLIOTECA SONORA
14
ATELIÊ ANTÓNIO CARNEIRO — a abrir
15
EXTENSÃO DA INDÚSTRIA — em construção
16
EXTENSÃO MATADOURO — em construção
17
BONJÓIA EXTENSÃO DA NATUREZA — em construção

PALACETE DOS VISCONDES DE BALSEMÃO | BANCO DE MATERIAIS

1
RESERVATÓRIO
2
CASA MARTA ORTIGÃO SAMPAIO
3
CASA TAIT
4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO
5
ENTRE QUINTAS
6
PALACETE DOS VISCONDES DE BALSEMÃO | BANCO DE MATERIAIS
7
RIO DA VILA — em construção
8
CASA DOS 24 — a abrir
9
ARQUEOSSÍTIO
10
CASA GUERRA JUNQUEIRO
11
EXTENSÃO DO DOURO
12
CASA DO INFANTE
13
BIBLIOTECA SONORA
14
ATELIÊ ANTÓNIO CARNEIRO — a abrir
15
EXTENSÃO DA INDÚSTRIA — em construção
16
EXTENSÃO MATADOURO — em construção
17
BONJÓIA EXTENSÃO DA NATUREZA — em construção

PALACETE DOS VISCONDES DE BALSEMÃO | BANCO DE MATERIAIS

O Palacete dos Viscondes de Balsemão, edifício onde também se encontra a Direção de Cultura e Património da Câmara Municipal do Porto, é o local onde se situam o Banco de Materiais e o Triplex. 

O palacete foi construído em meados do século XVIII pelo fidalgo José Alvo Brandão, herdado pela família Balsemão e alugado na década de 1840 por António Bernardino Peixe para ali erguer uma hospedaria. Profundas obras de alteração decorreram na década seguinte, aquando da sua aquisição pelo 1.º Visconde da Trindade, José António de Sousa Basto, conferindo-lhe a atual apresentação.  

Nesta estação 6, encontra-se o Banco de Materiais, um projeto municipal pioneiro a nível nacional e premiado em 2009 e 2013. Aberto ao público desde 2010, promove a salvaguarda dos materiais caracterizadores da imagem da cidade, recolhendo-os de edifícios degradados, a demolir ou a alterar, com a finalidade de serem mais tarde devolvidos à cidade.  

Neste espaço podem ser vistos elementos decorativos e construtivos provenientes do edificado portuense, como azulejos, nomeadamente exemplares hispano-árabes e uma grande diversidade de padrões dos séculos XVII a XX, bem como um significativo conjunto de peças em estuque provenientes da Oficina de Avelino Ramos Meira, uma das mais prestigiadas do género e a última a encerrar no Porto.  

O Banco de Materiais dispõe ainda de um conjunto de placas toponímicas recolhidas na via pública, diversos artefactos de madeira, ferro e cantaria.  

Por fim, o Triplex que agrega um conjunto de três salas de exposição no piso térreo, onde são mostrados projetos expositivos concebidos em parceria ou em coprodução.  

 

Imagens—Atlas: António Alves e Fernando Noronha (Museu da Cidade).

Bilhetes

HORÁRIO

Terça—Domingo
10H—17H30

Encerra às segundas e dias feriados.

Entrada livre.

Endereço

Palacete dos Viscondes de Balsemão
Praça de Carlos Alberto 71, 4050-157 Porto
GPS: 41.148946, -8.615291
Localização

Autocarro

22, 304, 305, 507, 601, 602

Metro

Trindade

Estacionamento

Carlos Alberto, Leões;
Praça de Lisboa

Eixos

SONORO

MATERIAL