Avançar

1
RESERVATÓRIO
2
CASA MARTA ORTIGÃO SAMPAIO
3
CASA TAIT
4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO
5
ENTRE QUINTAS
6
BANCO DE MATERIAIS
7
RIO DA VILA — em construção
8
CASA DOS 24 — a abrir
9
ARQUEOSSÍTIO —  a abrir
10
CASA GUERRA JUNQUEIRO
11
EXTENSÃO DO DOURO
12
CASA DO INFANTE
13
BIBLIOTECA SONORA
14
ATELIÊ ANTÓNIO CARNEIRO — a abrir
15
EXTENSÃO DA INDÚSTRIA — em construção
16
EXTENSÃO MATADOURO — em construção
17
BONJÓIA EXTENSÃO DA NATUREZA — em construção

EXTENSÃO DO ROMANTISMO

1
RESERVATÓRIO
2
CASA MARTA ORTIGÃO SAMPAIO
3
CASA TAIT
4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO
5
ENTRE QUINTAS
6
BANCO DE MATERIAIS
7
RIO DA VILA — em construção
8
CASA DOS 24 — a abrir
9
ARQUEOSSÍTIO —  a abrir
10
CASA GUERRA JUNQUEIRO
11
EXTENSÃO DO DOURO
12
CASA DO INFANTE
13
BIBLIOTECA SONORA
14
ATELIÊ ANTÓNIO CARNEIRO — a abrir
15
EXTENSÃO DA INDÚSTRIA — em construção
16
EXTENSÃO MATADOURO — em construção
17
BONJÓIA EXTENSÃO DA NATUREZA — em construção

EXTENSÃO DO ROMANTISMO

A Extensão do Romantismo está instalada na Quinta da Macieirinha, ou também conhecida como Quinta do Sacramento, antiga casa de campo do século XVIII que pertenceu à família Pinto Basto. O edifício abriu como núcleo museológico em 1972, com o intuito de mostrar o ambiente de casa burguesa de Oitocentos, período característico no Porto.

Depois da intervenção arquitetónica de Camilo Rebelo, e de obras de restauro em algumas importantes peças da coleção, a Extensão do Romantismo reabriu portas em 2017.

Em 2021, um novo projeto museológico nasce. Com (re)abertura no contexto da Feira do Livro do Porto, a tematização do mundo natural foi o mote, o modo criativo, a energia, o fogo que alimentou a produção artística e literária romântica e que serve de pano de fundo para a primeira montagem: Quando a Terra voltar a brilhar Verde para Ti .

Esta é a estação central para o eixo romantismo e a reflexão sobre o seu impacto e influência na cidade do Porto. Cruzam-se também na Extensão do Romantismo, o eixo sonoro e o eixo natureza, pela integração numa zona verde composta pelos Jardins do Palácio de Cristal e pelos Jardins da Casa Tait e uma ampla vista sobre o rio e o mar.

O acervo, que foi sendo incorporado desde 1970, encontra-se nos atuais espaços de reserva municipal acondicionado para conservação e estudo, num processo que convocará uma circulação das peças entre as exposições do Museu da Cidade. Futuramente, um novo espaço de reserva municipal localizado nas Fontainhas, acolherá as diferentes coleções.

O ciclo de montagens temporárias investiga a persistência do espírito romântico entre tempos e geografias distintas. O Porto é fortemente marcado por ele e é onde melhor e mais duradouramente se exprime no contexto português. Quais as linhagens que herdamos do romantismo? O que pode o romantismo na nossa cidade, nos nossos dias?

 

Imagens—Atlas: António Alves (MdC) fotos e gravuras Barão de Forrester do arquivo da Coleção MdC.

Bilhetes

BILHETEIRA ONLINE

HORÁRIO

Terça a Domingo
10H—17H30

Endereço

Rua de Entre-Quintas, 220 4050-240 Porto
GPS: 41.147524, -8.627930
Localização

Autocarro

1M, 200, 201, 207, 208, 302, 303, 501, 507, 601, ZM, 12M, 13M
Circular Massarelos – Carmo

Estacionamento

Palácio de Cristal

Jardins

QUINTA DA MACIEIRINHA

Eixos

SONORO

NATUREZA

ROMANTISMO