Voltar

Entre a observação e o registo gráfico

4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO

Entre a observação e o registo gráfico -Desenho de Daniel Silvestre

As valências do desenho no processo expositivo: participar numa reunião de obra ou de projeto expositivo, e registar  as ideias, a temperatura das conversas, o visível e o invisível. O registo gráfico, como metodologia adotada nas reuniões preparatórias da nova montagem da Extensão do Romantismo, permite-nos acompanhar o processo do projeto e ampliar a dimensão perceptiva sobre as peças, a sua disposição e suas relações. Neste Inventário pode conhecer-se e experimentar-se esta metodologia facilmente adaptada a outros contextos.

 

Daniel Silvestre (1979), Lisboa. Ilustrador desde 2006. Ilustrou textos de Alice Vieira, Ana Saldanha, João Pedro Mésseder, José Luís Peixoto, Machado de Assis, Sophia de Mello Breyner Andresen e Raúl Brandão, entre outros. Desde 2021, ilustrador residente do Museu da Cidade.

 

INVENTÁRIO
Inventário participado de ruas, edifícios, lugares, obras de arte pública, da cidade. Ler as ruas, lugares e edifícios, conduzir o olhar, olhar de outras formas e documentar, a partir de registos fotográficos, gráficos, escritos, os elementos observados. Acontece no último sábado de cada mês, às 15H.

INSCRIÇÕES

A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia através do formulário. Limite de 30 participantes. + info mdc.educativo@cm-porto.pt. ou (+351) 226057000.

 

ENDEREÇO

Rua de Entre-Quintas, 220 4050-240 PortoLocalização

AUTOCARRO

200, 201, 207, 208, 300, 301, 302, 303, 501, 507, 601, 602, 801

ESTACIONAMENTO

Palácio de Cristal