Voltar

Visita Focada — Registo Arqueológico: uma prática inventiva de memória

1
RESERVATÓRIO

Ilustrações de Daniel Silvestre; Reservatório

Lições importantes: olha com atenção, regista o que vês; descobre uma maneira de tornar necessária a beleza, descobre uma maneira de tornar bela a necessidade.
“Peças em Fuga”, Anne Michaels 1997

 

O registo arqueológico é um modo de inscrição e de ordenação da prática arqueológica. É um modo de mediação – de encontro – com o mundo. Para lá dos limites que o confinam a um mero exercício de representação, trata-se de um modo de experiência do devir das coisas e do mundo e, assim, de uma prática criativa de relações e de registo como passagens de sentido. Perante a estranheza infinita do mundo, compreender que a memória não se possui. Compreender que ela se manifesta no toque da ausência, donde o registo afigura o gesto através do qual se aprende a hospedar o indiscernível.

 

Joana Alves-Ferreira é arqueóloga (Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2004), e investigadora no Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património | Universidade de Coimbra. Nesta instituição, desenvolve o seu projeto de doutoramento em torno do lugar de narração do Neolítico enquanto modelo de narração da diferença e figura de uma gramática homo-hegemónica, que, nas cartografias discursivas e políticas contemporâneas, atualiza uma pulsão colonizadora sobre o outro. É editora da revista καιρός | kairós, na mesma instituição. Atualmente integra a equipa do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural em colaboração com a Direção Artística do Museu da Cidade.

 

As Visitas Focadas são orientadas pelos monitores do Museu da Cidade e incidem, de uma forma especial, num tema, numa tipologia de objetos, numa técnica, convidando a conhecer em profundidade um pequeno número de objetos de uma das estações.

 

Inscrições

A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia através do formulário. Lotação limitada à capacidade do espaço. + info mdc.educativo@cm-porto.pt. ou (+351) 226057000.

ENDEREÇO

Parque da Pasteleira (Entrada Poente)
Rua de Gomes Eanes de Azurara, s/n
4150-362 Porto

AUTOCARRO

200, 204, 207, 504

ESTACIONAMENTO

Gratuito.